Por que contratar um estagiário de TI nem sempre é uma boa ideia?

Poucas experiências no mercado de trabalho são tão legais quanto o estágio: quando ofertado de maneira ética e correta, é um negócio bom tanto para o empregador quanto para quem está prestes a ser empregado.

No estágio, que geralmente é cedido a estudantes em formação universitária, a empresa dispõe de um profissional que trabalha por meio período e, por isso, paga um valor menor do que o de um salário padrão. Além disso, pode diminuir os custos com benefícios como alimentação, já que o tempo de trabalho do estágio geralmente não engloba horas o suficiente para exigir o ticket de almoço. Leia mais

Compartilhe nas redes sociais:

Como resolver os 03 problemas mais comuns de TI nas PME’s

Pequenas e médias empresas podem não ter o orçamento das grandes para lidar com seu processamento de informações e dados, mas isso não significa que não precisem implementar a TI dentro dos processos de seu negócio.

Afinal, independente do tamanho da empresa, as informações são geradas diariamente e podem servir de base para o fomento de estratégias de crescimento, precificação ou posicionamento frente à concorrência. Por isso, é imprescindível contar com uma TI alinhada aos objetivos corporativos de uma PME para que as metas sejam claramente cumpridas.

Leia mais

Compartilhe nas redes sociais: