O que NÃO faz um profissional de TI

Um profissional de TI é a pessoa responsável por cuidar das informações dentro de uma empresa, a partir da distribuição e do processamento de dados em redes de computador. Ele também consegue atuar nas áreas de engenharia de software e hardware e criar estratégias competitivas para que sua organização consiga usar melhor as tecnologias a seu dispor para conseguir mais espaço no mercado.

Leia mais

Compartilhe nas redes sociais:

Profissionais de TI: 5 Tendências para os próximos 5 anos

A área de TI está em constante mutação, já que fazem parte da profissão o acompanhamento das nuances do mundo da tecnologia e a adaptação a elas, a fim de que o trabalho continue sendo realizado com excelência e eficácia.

As novas tendências que ditarão o mercado nos próximos anos devem ser acompanhadas de perto por estudantes de TI e profissionais formados que querem permanecer em um mercado cada vez mais competitivo.

Leia mais

Compartilhe nas redes sociais:

Os 5 Mitos mais comuns sobre profissionais de TI

As pessoas que se dedicam à tecnologia da informação passam alguns anos na graduação, muitas horas dentro de um escritório e boa parte da vida em contato com as duas coisas que permeiam sua área do conhecimento: tecnologia e informação.

Mas, para a grande maioria das pessoas, qualquer tecnologia e qualquer informação estão ao alcance das mãos dos profissionais de TI, que são comumente chamados para resolver problemas que não competem a suas habilidades.

Leia mais

Compartilhe nas redes sociais:

Apenas a evolução técnica é suficiente para ser um profissional Sênior?

Soft Skills

Soft Skills


Nos últimos anos fala-se muito no conceito de carreira em Y, em que o profissional opta por ser um especialista técnico em sua área de atuação ou decide seguir carreira como gestor. Todo profissional em algum momento da carreira vai se confrontar com esta decisão. No meu caso após 10 anos atuando na área técnica optei por dar continuidade na minha carreira como gestor operacional e, em seguida, como gestor executivo. Independente da opção que cada um tomar existem algumas habilidades não técnicas que são de extrema importância para seu crescimento profissional. São as chamadas soft skills.

Soft skills são atitudes comportamentais que envolvem: ética, inteligência emocional, relacionamento interpessoal, trabalho em equipe, comunicação, gestão do tempo, adaptabilidade, pontualidade, organização, capacidade de resolução de problemas, qualidade das entregas, assumir responsabilidades, trabalhar sob pressão, dentre outras. Estas habilidades são extremamente importantes para que um especialista técnico possa ser considerado Sênior.

Estamos vivendo uma era de grandes mudanças na cultura organizacional das empresas. Não existe mais a figura do profissional técnico que fica escondido dentro da sua caverna, apenas aguardando que seu “chefe” lhe designe a próxima atividade. Em tempos de gestão ágil é cada vez mais necessário que os profissionais técnicos desenvolvam soft skills. Os times devem ser auto-organizáveis e isso exige que todos os envolvidos tenham a maturidade necessária para trabalhar em equipe, planejar suas atividades, fazer entregas com qualidade e cumprir prazos.

Isso é ainda mais evidente em start-ups, pois times enxutos devem ser auto-suficientes e focados na entrega e resultados. O papel dos gestores é direcionado para o crescimento da start-up e por isso eles precisam sentir confiança de que os times farão suas entregas com qualidade e dentro dos prazos acordados.

Se você é um profissional em início de carreira ou já é um especialista técnico, tenha em mente que você será cada vez mais valorizado no mercado de trabalho se desenvolver soft skills.

Compartilhe nas redes sociais:

Procuramos Administrador de Sistemas Linux

Vaga para administrador de sistemas Linux

Estamos procurando por um novo Administrador de Sistemas Linux. Se você tem boas ideias e gosta de ter liberdade para executá-las queremos conversar com você!

Buscamos: Experiência comprovada em Administração de ambientes de Alta-disponibilidade baseados em Linux (Ubuntu, Debian, CentOS); Profissionais comprometidos, honestos, colaborativos, multidisciplinares, alegres e resilientes.
Leia mais

Compartilhe nas redes sociais: